Twitter

quinta-feira, 3 de julho de 2008

A gente segue a nossa estrada com a cabeça erguida e um coração fiel ao seu amor !


"(...) Perdemos? Perdemos. Mas continuamos de pé. E, mais do que nunca, mostramos que para vir qualquer time do mundo ganhar da gente no Maracanã, vai ter que suar sangue. Ganhamos todos os jogos, perdemos uma decisão por pênaltis. Mas eu tenho orgulho de ser tricolor, de fazer parte de uma torcida linda, que dá de mil a zero em qualquer outra neste país"
Palavras de um "Torcedor" do time mais amado do Brasil, porque amor igual ao que sentimos pelo Fluminense nenhuma outra torcida é capaz de sentir!

Parabéns equipe do Fluminense, por sua disciplina e capacidade de brilhar mesmo quando não é o dito vencedor!


Beijos com um batom grená!

2 comentários:

Fabio disse...

Oi Giuline... já deixei um post pra vc em um comentário seu anterior... vc é linda, uma legítima representante da torcida do Flu, estou torcendo por vc. Adoro seus posts e é nítida a sua vocação para escrever. Parabéns por tudo, principalmente pela sua mensagem de apoio nesse momento agora em que perdemos um título tão importante, mas temos que continuar de pé.

Gostaria muito de poder manter contato com vc, apesar de imaginar que muitas pessoas te pedem isso e de vc achar que sou apenas mais um, mas com a esperança de te convencer do contrário disso. :)

Se puder me adicionar no MSN ou mandar um e-mail, meu e-mail e msn é fabiopmedeiros@hotmail.com

Te adicionei lá no orkut também... pelo orkut de um amigo meu (Caue Montes), já q eu ainda não fiz um pra mim.

Beijos,

Fabio

Octavio Aughusto disse...

Embora eu deteste o futebol, devo convir que essa mania brasileira de só prestar atenção no primeiro lugar muitas vezes nos faz deixar de observar o empenho, a garra, o grau de merecimento dos tantos outros participantes, seja lá qual for o tipo de disputa.

O importante é conservar a serenidade e a humildade, observando os erros e seguindo confiante. Ter sempre a certeza - independente do resultado - de que o empenho foi máximo.

Como dizia uma professora minha:

"Não precisa ser o primeiro. Basta ser o melhor".

ps.: Não sou tricolor, não gosto de futebol e acho que o Brasil tem coisa muito mais triste pra chorar do que a derrota na Libertadores.

O sonho acabou, mas, a realidade continua exposta - pra quem quiser ver.